quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Quando Plantamos uma Roseira

 Quando plantamos uma roseira, notamos que ela fica dormindo muito tempo no seio da terra, mas ninguém ousa criticá-la, dizendo:
"Você não tem raízes profundas" ou "Falta entusiasmo na sua relação com o campo".
Ao contrário, nós a tratamos com paciência, água e adubo.
Quando a semente se transforma em muda, não passa pela cabeça de ninguém condená-la como frágil, imatura, incapaz de nos brindar imediatamente com as rosas que estamos esperando.
Ao contrário: maravilhamos-nos com o processo do nascimento das folhas seguido dos botões, e, no dia em que as flores aparecem, nosso coração se enche de alegria.
Entretanto, a rosa é a rosa desde o momento em que nasce até seu período de esplendor, e termina murchando e morrendo.
A cada estágio que atravessa - semente, broto, botão, flor - expressa o melhor de si.
Também nós, em nosso crescimento e constante mutação, passamos por vários estágios: vamos aprender a reconhecê-los, antes de criticar a lentidão de nossas mudanças.
W. Timothy Gallway



Recebendo mais selinhos!
Da Anninha do Blog Palavras Soltas 
pelas 24 Mil Visitas.
Obrigada amiga!


Da Iolanda do Blog Sonhos de Amor
Selinho do Dia da Bruxas.
Obrigada Ioio!!!



Esse Selinho foi a Sandra do Blog Ao Toque do Amor
quem me ofereceu. Obrigada San, por me indicar!
Beijos!!


Edimar Sueli - Jesus Minha Rocha
Irene - Mamyrene
Cristi@ne - Infinito da Cris

Recebi esse selinho da Olímpia do Blog Educação com Arte
Obrigada amiga pela indicação!
Beijos!!


Este selo tem como regrinhas:

-Dizer 10 Amores
- Repassar para 10 Amigas :

Meus 10 amores são:

1-   Deus
2-  Minha família
3-  Minha profissão – Ser professora é apaixonante!
4-  Meus amigos reais e virtuais
5-  Dançar – Danço a noite toda!
6-  Artesanato em EVA
7-  Ler
8-  Blogar e navegar na Net
9-  Viajar
10-  Doces – Sorvete e chocolate são meus preferidos!!!

1 comentários:

 
Créditos Template http://cantinhodoblogger.blogspot.com/ By Cris Duarte/março de 2010