sexta-feira, 15 de junho de 2012

Dia Mundial de Combate à Violência contra o Idoso

15 DE JUNHO
TODOS CONTRA ABUSOS E MAUS TRATOS AOS IDOSOS!

A data foi instituída em 2006 pela Organização das Nações Unidas (ONU) e Rede Internacional de Prevenção à Violência à Pessoa Idosa. O objetivo é criar uma consciência mundial, social e política da existência da violência contra a pessoa idosa e, simultaneamente, disseminar a ideia de não aceitá-la como normal. A violência contra os idosos deve ser entendida como uma grave violação aos Direitos Humanos.



Os dez mandamentos contra abusos 
e maus tratos em idosos!

1- Dignidade. Os idosos devem ser tratados com respeito.

2- Ação imediata, quando detectar sinais de ferimentos sofridos pelos idosos, por abuso e negligência.

3- Personalizar o seu ambiente. Adaptar o espaço para garantir a independência dos idosos.

4- Responder ao desejo de satisfazer as necessidades de saúde dos idosos.

5- A boa qualidade da alimentação, de acordo com gostos e necessidades dos idosos.

6- Respeitar a privacidade dos idosos.

7- Promover a manutenção ou a recuperação do máximo de autonomia dos idosos.

8- Auxílio de cuidadores e familiares para facilitar a mobilização, higiene e limpeza nos idosos.

9- Envolver as famílias no cuidado e na tomada de decisão compartilhada.

10- Inclusão social. Evite, nos idosos, isolamento e solidão.

 
A CRIANÇA E O IDOSO

A criança nasce para a vida,
o idoso segue rumo à eternidade.

A criança é uma unidade 
com a mãe e com o pai,
O idoso busca 
manter-se unido à sua família.

A criança chora 
por demostrar desconforto,
O idoso, muitas vezes, cala-se 
para não causar desconforto.

A criança absorve tudo à sua volta,
O idoso, pela sabedoria e experiência, 
irradia-se para todos à sua volta.

Cuidar de crianças 
nos dá sentido de perpetuação,
Cuidar de idosos nos dá sentido 
de gratidão e compaixão.

OS IDOSOS MERECEM E POSSUEM 
O DIREITO AO RESPEITO!
EU RESPEITO O IDOSO!


1 comentários:

 
Créditos Template http://cantinhodoblogger.blogspot.com/ By Cris Duarte/março de 2010