segunda-feira, 30 de abril de 2012

4 tipos de pessoas no mundo


Não me recordo onde ouvi essa frase, mas nunca mais a esqueci e, a cada ano que passa, ela se torna mais verdadeira em qualquer país desse nosso pequeno mundo de Deus. Principalmente, em nosso Brasil.

Vamos à frase: “Só existem 4 tipos de pessoas nesse mundo: as que já cuidaram de um idoso, as que estão cuidando de um idoso, as que irão cuidar de um idoso e as pessoas que precisarão de cuidados, quando ficarem idosas!

Partindo dessa premissa, dessa afirmação, somente uma coisa vem a minha cabeça: “Meu Deus, somos todos cuidadores. Cuidar é o ato que nos faz mais humano, que nos torna pessoas de fato!” Somente, fico muito preocupado com o meu e o futuro de milhões de pessoas. Um futuro próximo, no máximo em 20 a 30 anos. Quem vai cuidar de mim?

Não tenham dúvidas, cuidar de idosos é e será um dos trabalhos, um dos empregos mais procurados, mais solicitados em jornais, internet e agências de empregos. Porém, não há ainda nenhuma estatística oficial ou dado que possa referendar qualquer número apresentado sobre cuidadores de idosos.

O que podemos projetar é a população de idosos dependentes para o presente e futuro mais próximo (2025). Hoje, temos perto de 2,5 a 3 milhões de idosos dependentes, ou seja, que necessitam de auxílio para as atividades básicas de vida diária (tomar banho, ir ao banheiro, alimentar, vestir sua roupa ou andar pela casa). A grande provedora de cuidados ainda é a família (filhas, netas, esposas, sobrinhas e até noras).

Entretanto, nossas famílias estão cada vez mais nucleares e menores, com 1 a 2 filhos somente. Daqui há 15 anos, essa população de idosos dependentes irá triplicar – dados da pesquisadora Ana Amélia Camarano , do IPEA. Assim, a projeção fica delineada, em 2025, com 7 a 9 milhões de idosos dependentes, no Brasil.

Quando familiares contratam o serviço de cuidadores de idosos, normalmente necessitam de 2 a 3 cuidadores (turno do dia, da noite e folguista de final de semana). Então… Qualquer número é mera especulação. Mas, não resta dúvida, o cuidador de idosos terá um imenso campo de trabalho nos próximos 10-20 anos. A demanda de mercado será muito grande.

Voltemos a nossa afirmação inicial: “Só existem 4 tipos de pessoas nesse mundo…” Cuidar de idosos, sem dúvida, nos torna especiais!

Márcio Borges - Geriatra
marcioborges@cuidardeidosos.com.br

1 comentários:

 
Créditos Template http://cantinhodoblogger.blogspot.com/ By Cris Duarte/março de 2010